2011-01-17
Vinhos Tintos Grandes Quintas Colheita e Reserva com selo "Boa Compra"
 
The Grandes Quintas Colheita 2008 and Reserva 2008 were awarded "Boa Compra" (Best Buy) assigned by Revista de Vinhos. The label "Best Buy" is awarded by Revista de Vinhos, the oldest and most recognized Portuguese Wine Magazine, in recognition of excellent value for money.
We recall that the red Grandes Quintas Colheita 2007 had also been recognized as a "Boa Compra" (Best Buy) by the same magazine.

 
 
 
 
2011-01-04
Grandes Quintas torna-se parceiro oficial de Guimarães Capital da Cultura 2012
 


Grandes Quintas
, marca de vinhos e azeites da Sociedade Agrícola Casa d’Arrochella, tornou-se Parceiro Oficial de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. O protocolo assinado com a Fundação Cidade de Guimarães, entidade responsável pelo evento cultural, e com o Coliseu dos Recreios prevê que a Casa d’Arrochella, através dos seus produtos e das suas acções, promova a divulgação de Guimarães 2012.

“Se em 1852, quando Guimarães foi elevada a Cidade, coube à família Arrochella fazer as honras da casa, em 2012 e passados 160 anos, quando Guimarães for elevada a Capital Europeia da Cultura, caber-nos-á honrar a nossa Cidade com um vinho de excelência”, sublinha Bernardo de Arrochela Alegria, administrador da empresa.

Um evento de tão grande relevância a nível nacional e internacional como é o caso de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura não poderia deixar de merecer a atenção da Casa d’Arrochella, não só pelo prestígio inerente a este tipo de iniciativa, mas também devido às origens vimaranenses dos seus proprietários e às fortes ligações que estes ainda mantêm à cidade.

Bernardo de Arrochella Alegria, administrador da Casa d’Arrochella e também do Coliseu dos Recreios, sublinhou o orgulho sentido pelo facto de Guimarães ser, durante um ano, palco de acontecimentos culturais de enorme relevo: “A nossa paixão e entusiasmo pelo Douro Superior não nos fazem esquecer a nossa origem vimaranense e o enorme orgulho de Guimarães ser Capital Europeia da Cultura em 2012 por mérito próprio”. Recorde-se que o Palácio Vila Flor, um dos monumentos mais carismáticos da cidade-berço, que alberga hoje um Centro Cultural de referência a nível nacional, já pertenceu à família Arrochella.

De resto, estas fortes ligações a Guimarães contribuíram para o protocolo agora assinado, que prevê que a partir do final deste ano a Casa d’Arrochella promova, através dos seus vinhos, uma série de acções destinadas a divulgar Guimarães 2012. Acções que vão ocorrer também no Coliseu de Lisboa, parceiro privilegiado que vai colaborar na divulgação do evento, venda de bilhetes e promoção conjunta de espectáculos que possam acorrer em 2012 em Lisboa e em Guimarães.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
A nossa história - Um legado para as novas gerações
Com cerca de 600ha, distribuídos por 5 quintas, a Casa de Arrochella faz parte da nova geração de produtores de vinhos DOC Douro e azeites DOP Trás-os-Montes.
Descendente e Sucessor de Nicolau de Arrochella Moraes e Castro Pimentel, 1.º Conde de Arrochella, Bernardo de Arrochella Alegria é o grande impulsionador deste projecto que possui mais de 600ha no Douro Superior, com mais de 115ha de vinhas, e que procurou unir
 
as ligações e a história dos importantes Vínculos da Casa de Arrochella na região de Trás-os-Montes e Alto Douro à sua paixão e entrega ao Douro, assumindo assim este projecto como um desafio também cultural no qual a Casa de Arrochella pretende valorizar a excelência e as potencialidades únicas da sua região duriense, como o seu legado para as futuras gerações.